AGORAFOBIA e o medo de sair de casa

"Eu tinha medo de sair de casa, ir no supermercado, lugares públicos, coisas simples do dia-dia. Tudo isso causava grande ansiedade e crises de pânico."

Esse é um dos relatos que quem passa por esse transtorno de ansiedade chamado Agorafobia.


Agorafobia é um transtorno de ansiedade muito comum nos quadros de se síndrome do pânico e refere-se ao medo de andar nas ruas, dificuldade de sair sozinho de casa, dificuldade de ir a certos lugares como mercados ou cinema pois sente forte apreensão difícil de compreender e muitas vezes surge a necessidade de ter alguém ao lado para lhe dar segurança.


O agorafóbico sente ansiedade de estar em locais ou situações em que a saída seja difícil, como por exemplo, multidões, um supermercado muito grande ou um local onde o auxilio possa não estar disponível - mesmo que não haja previsão de necessitar este auxilio.


Os medos mais comuns da Agorafobia

  • Estar longe de casa ou de pessoas que trazem segurança;

  • Andar de carro, ônibus, trem, metrô ou avião;

  • Locais fechados e lotados como cinema, supermercados, restaurantes, etc;

  • Situações nas quais a saída seja difícil como congestionamentos, estádios, ocupar o banco de trás de um carro, etc;

  • Fila de banco;

  • Túneis, passarelas, pontes;

  • Elevadores;

  • Viajar;

  • Ruas cheias;

  • Feiras;

  • Etc.

Medo de ter medo


Tanto na Agorafobia quanto na síndrome de pânico, a pessoa sente “medo de ter medo”. A ansiedade de sair de casa e ter uma crise a impede de se expor a situações fora de casa, por isso o comportamento mais comum na agorafobia é a evitação, a esquiva, a fuga de situações fora de sua "zona de conforto" ou "lugar seguro" – normalmente sua casa.


Durante a crise a pessoa pode chegar a ter a sensação de que está enlouquecendo, e preocupação com os julgamentos, o que a faz evitar certos lugares, por exemplo, não vai mais ao cinema pois tem medo de passar mal, não sai de carro, não entra em supermercado, não entra em banco. Tudo isso devido a agorafobia sofrida em uma situação anterior e associada ao pânico.


A agorafobia pode estar diretamente relacionada com a Síndrome do pânico


Pânico é um dos sintomas mais forte da ansiedade. É um medo tão intenso que dificulta a capacidade de raciocínio. A pessoa com síndrome do pânico pode sentir vontade de sair correndo para procurar um lugar seguro. Para alguns o pronto socorro é esse local, pois tem a sensação de que está muito doente, que vai ter um ataque do coração, mas quando ela é atendida, o médico nunca identifica um problema físico, pressão boa, respiração normal, enfim, corpo saudável. “Mas doutor? E esse taquicardia que eu senti? E essa falta de ar que parece que estou sufocando?” São essas as perguntas que os médicos que atendem as pessoas com crises de pânico ouvem e nem sempre sabem responder.


A síndrome do pânico é um mal estar repentino sem ter nada aparente provocando, com sintomas físicos intenso, em geral falta de ar, tontura, mal estar, dor de barriga e suor frio. E todos esses sintomas são gerados pelo medo e ansiedade, sem ter um perigo real ou eminente.


Hipnose pode ajudar a tratar o problema


Dependendo do nível das crises, o transtorno de ansiedade pode ser tratado com terapias e mudanças de hábitos. A hipnose associado a terapia por exemplo, é 80% mais eficaz que as terapias convencionais. Pois na hipnoterapia é investigado as causas das crises e trabalhamos o emocional, de dentro para fora, transformando o medo em confiança e enfrentamento, o estresse em equilíbrio, e é sugestionado algumas mudanças de hábitos.


A prática de hipnose atua no sistema nervoso parassimpático regula e equilibra o ritmo natural da pessoa, levando o paciente ao equilíbrio e tranquilidade. No estado hipnótico a pessoa produz substâncias do prazer, que aumenta a produção de serotonina e endorfina.


Na terapia quando a pessoa está hipnotizada ela não perde a sua capacidade de raciocinar. Pelo contrário. Ela consegue resolver problemas complexos, fazendo exercícios mentais e imaginários, afim de ir resolvendo e enfrentando com segurança o medo e a ansiedade, e chamamos esse método de Dessensibilização sistemática.


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ANSIEDADE

whatsappcon.png