AUTOESTIMA

Aprenda 4 técnicas para melhorar sua Autoestima


O que é a autoestima?

A autoestima é o quanto de valor você vê em si mesmo, e o quanto você se admira e se respeita. E isso envolve um conjunto de atitudes, comportamentos e emoções sobre si mesmo, é a base onde nos apoiamos.

Quando temos essa autoestima elevada, acontece algumas situações, auto aceitação, autorrespeito, confiança, além de acreditar em nossas ideias e pensamentos. Existe um estado emocional para isso, geralmente a autoestima faz acontecer um sentimento de amor, e podemos chamar isso de amor próprio.


A autoestima e a opinião dos outros

Em algum momento da nossa vida, ensinaram que a opinião dos outros importa, e ensinaram também que existe a necessidade dos outros gostarem de nós (aprovação). E é exatamente aqui a raiz do problema, uma crença que "precisam gostar de mim", e "preciso ser aceito". Na verdade, essa ideia de aprovação até que é boa sim, porém existe algo muito mais satisfatório e vem antes, que é “Eu gostar de mim primeiro”, e “me aceitar e me aprovar, como eu sou”, e depois verificar a opinião dos outros, como um crítica ou como uma opinião, sem ser destrutiva nem tão pesada a ponto de desestabilizar. Mas sou “eu” que faço isso acontecer, diminuir a importância do outro sobre mim e sobre minha Autoestima.


Estratégias para aumentar a autoestima


1. Crie um lembrete

Acontece quando temos a baixa autoestima, de negligenciar as conquistas, qualidades e todas as coisas boas em nós mesmo, devido a uma condição do nosso cérebro ter muitas experiências negativas com esse amor próprio e autoestima. E às vezes estamos num piloto automático de viver as mesmas coisas do mesmo jeito.

Escreva diariamente suas qualidades e valores, e anote também neste dia todas as coisas que você admira em você. Mas não seja tímido, nem tenha vergonha de escrever sobre você, comece a mudar essa relação complicada hoje mesmo. Especifique quais são suas virtudes, habilidades e aptidões. Escreva suas boas ações. E, acima de tudo, verifique essa lista frequentemente. Ela ajudará a sua mente a funcionar como uma aliada, e não como uma inimiga.

2. Identifique os gatilhos negativos

Quando nossa autoestima e amor próprio estão frágeis, passamos a ver o mundo e todas as coisas de um jeito negativo e obscuro. E liberamos uma energia ruim ao nosso redor, e acabamos mais negativos a cada momento, e esse ciclo precisa ser interrompido.

Existe também situações de insegurança, medo, limitações que impedem de coisas novas e importantes acontecerem, O objetivo é identificar todos esses gatilhos que nos levam a sentir mal, e observar, para estar mais alerta a isso, pouco a pouco pode nos libertar desse ciclo.

3. Comemore suas vitórias

Você vai perceber que sua vida não foi só feita a partir de erros. Só o fato de você existir e estar vivo já é uma vitória para ser comemorada. Faça com que cada novo objetivo alcançado seja um impulso positivo e contente, que te leve em direção de seu equilíbrio físico e mental.

4. Encontre seu lugar

A autoestima tem haver com valores, então é importante que você saiba claramente seus valores, e que você tenha esses valores na vida. Os valores são variados, como trabalho, família, relacionamento, sua história de vida, seus talentos, e muitas outras coisas.

Então se encontre, procure um trabalho ou uma tarefa que se sinta satisfeito, que utilize seus talentos, para se sentir contente e importante. Porque nestas situações você irá utilizar suas forças e habilidades, possivelmente irá se sentir ótimo(a). você precisa saber qual seu talento, e pode acreditar que todos nós temos esses talentos, cada um com a sua habilidade.

2 visualizações0 comentário